Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Superlotação do público durante show do cantor argentino Indio Solari, em Olavarría. 11/03/2017 REUTERS/Stringer

(reuters_tickers)

BUENOS AIRES (Reuters) - Duas pessoas morreram e mais de uma dezena ficaram feridas em uma apresentação do cantor de rock argentino Carlos "Indio" Solari, na noite de sábado, em uma cidade da província de Buenos Aires.

A causa do acidente foi uma superlotação durante o espetáculo ocorrido em Olavarría, ao qual mais de 300 mil pessoas compareceram, de acordo com algumas estimativas.

"O município concedeu uma permissão de até 200 mil pessoas, mas a situação fugiu do controle, já que se esperava ao redor de 160 mil pessoas e foram o dobro", disse o prefeito de Olavarría, Ezequiel Galli, em uma coletiva de imprensa no domingo.

A procuradora a cargo do incidente, Susana Alonso, havia confirmado dois mortos, e Galli relatou que outras 12 pessoas continuam hospitalizadas.

O músico de rock e ex-líder da banda "Patricio Rey y sus redonditos de Ricota" testemunhou outros incidentes em seus shows ao longo de sua carreira.

O presidente argentino, Mauricio Macri, se referiu ao acontecimento, que classificou como "muito triste".

"Isso é o que acontece quando se passa por cima de certas normas", afirmou.

(Por Hernán Nessi)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters