Reuters internacional

Por Sarah N. Lynch e Howard Schneider

WASHINGTON (Reuters) - O advogado pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste domingo que seu cliente não está sob investigação no que diz respeito à suposta interferência russa nas eleições de 2016, o que contradiz o comentário de Trump, na semana passada, em seu perfil no Twitter.

"O fato é que o presidente não foi e não está sob investigação", disse Jay Sekulow, advogado de uma equipe contratada por Trump para lidar com alegações de conluio com Moscou durante sua campanha, ao programa “Face the Nation”, da CBS.

Sekulow acrescentou que o presidente não recebeu nenhuma notificação de que estaria sendo investigado. A entrevista à CBS foi uma das quatro que Sekulow concedeu neste domingo.

Na sexta-feira, Trump escreveu em seu Twitter: “Estou sendo investigado por demitir o diretor do FBI pela mesma pessoa que me disse para demitir o diretor do FBI! Caça às bruxas.”

Reuters

 Reuters internacional