Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BUENOS AIRES (Reuters) - A companhia aérea argentina Aerolíneas Argentinas encerrou seus voos semanais para Caracas citando "razões operacionais", informou a empresa em comunicado.

A companhia havia adiantado à Reuters em agosto que iria parar de vender passagens para o voo devido a preocupações de segurança em decorrência da crise política na Venezuela.

A Aerolínas ofereceu transferir os passageiros para Bogotá, na vizinha Colômbia, sem custos.

A decisão de encerrar o voo semanal de Buenos Aires para Caracas isola ainda mais a Venezuela das rotas internacionais de viagem, depois que empresas como Lufthansa, Air Canada e United Continental decidiram deixar o país.

As empresas citaram fatores incluindo demanda fraca, problemas de pagamento por parte do governo do presidente Nicolás Maduro e preocupações de segurança.

Meses de protestos contra Maduro ao longo deste ano deixaram ao menos 125 mortos na Venezuela.

(Reportagem de Luc Cohen)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters