Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, em aniversário dos 95 anos da independência, em Cabul. 19/08/2014 REUTERS/Omar Sobhani

(reuters_tickers)

CABUL (Reuters) - O Afeganistão deu 24 horas ao repórter do New York Times Matthew Rosenberg para deixar o país por não cooperar com uma investigação, informou a procuradoria-geral nesta quarta-feira.

Rosenberg foi convocado pela procuradoria-geral a prestar depoimento nesta terça-feira depois que o jornal publicou uma reportagem sobre planos de autoridades afegãs de formar um governo interino se um impasse sobre a eleição presidencial não for resolvido logo.

O correspondente, que está há três anos no escritório do NYT em Cabul, disse que a procuradoria-geral ainda não entrou em contato com ele diretamente sobre a ordem para deixar o país.

(Reportagem de Hamid Shalizi e Jessica Donati)

Reuters