Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BARCELONA (Reuters) - Uma mulher alemã de 51 anos morreu neste domingo, 10 dias depois de se ferir em um ataque militante em Barcelona, disseram autoridades, elevando o número total de mortes nos ataques deste mês na Espanha para 16.

Ela ficou em estado grave quando um militante atropelou uma multidão na famosa avenida Las Ramblas de Barcelona no dia 17 de agosto.

Esse ataque matou 14 pessoas, e outras duas morreram durante a fuga do motorista e em um ataque separado com carro e faca na estância costeira catalã de Cambrils.

No sábado, centenas de milhares de pessoas marcharam em Barcelona em uma demonstração de unidade, muitos cantando "Não estou com medo".

(Reportagem de Sam Edwards)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters