Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Volker Kauder, líder dos conservadores no Parlamento alemão. 07/12/2016 REUTERS/Wolfgang Rattay

(reuters_tickers)

BERLIM (Reuters) - Se o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, impuser tarifas punitivas a bens de outros países, a Europa provavelmente fará o mesmo, disse um grande aliado da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, em entrevista a uma revista.

Trump retirou os EUA da Parceria Transpacífico, prometeu renegociar o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês) e quer proteger indústrias norte-americanas da competição externa adotando novas tarifas sobre bens.

Em janeiro ele alertou que os EUA irão impor uma taxa alfandegária de 35 por cento a carros importados.

Volker Kauder, líder dos conservadores de Merkel no Parlamento alemão, disse à revista Focus, em uma entrevista a ser publicada no sábado, que não quer uma escalada em termos de tarifas, mas acrescentou: "Se Trump fizer o primeiro lance, nós provavelmente teremos que fazer o seguinte. A Europa deve se reservar o direito de reagir com os mesmos métodos".

Kauder disse estar muito preocupado com a política econômica global de Trump: "Precisamos conversar com Trump e sua equipe sobre como políticas isolacionistas não ajudam nem a América nem nós".

(Por Michelle Martin)

Reuters