Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Reuters) - A agência de proteção de fronteira e alfândega dos Estados Unidos informou as aéreas norte-americanas que elas podem voltar a embarcar viajantes que haviam sido barrados por uma ordem executiva na última semana, após esta ter sido suspensa nacionalmente na sexta-feira por um juiz federal em Seattle, disse à Reuters um oficial de uma empresa aérea.

Em uma teleconferência, a agência dos EUA disse às aéreas para operar como elas faziam antes da ordem, que havia suspendido temporariamente a entrada de refugiados e cidadãos de sete países de maioria muçulmana nos EUA.

Indivíduos desses países que tenham vistos adequados poderão agora embarcar em vôos com destino aos EUA, e as companhias aéreas estão trabalhando para atualizar seus sites para refletir a mudança, disse o oficial, que não foi autorizado a falar publicamente.

(Por Jeffrey Dastin em São Francisco)

Reuters