Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Ingrid Melander e Maya Nikolaeva

PARIS (Reuters) - O presidente da França, Emmanuel Macron, ganhou a maioria nas eleições parlamentares realizadas neste domingo, mostram estimativas de pesquisadores, colocando de lado os principais partidos e garantindo um poderoso mandato para impulsionar suas reformas pró-mercado.

Se confirmado, o resultado redefine o panorama político da França, humilhando os tradicionais partidos socialista e conservador, que se alternaram no poder há décadas.

Duas pesquisas projetaram que a República em Marcha (LREM), partido de Macron, e seus aliados, ganhariam de 355 a 360 assentos na Câmara Baixa, que possui 577 lugares, abaixo do inicialmente previsto.

Uma terceira pesquisa Elabe mostrou uma maioria ainda maior, projetando entre 395 e 425 assentos para a aliança de Macron.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters