Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Aloysio Nunes faz discurso em Assunção, Paraguai 27 de março de 2017 REUTERS/Jorge Adorno

(reuters_tickers)

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, classificou como "golpe" e "ruptura da ordem democrática" a decisão do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, de convocar uma assembleia constituinte no país.

"É mais um momento de ruptura da ordem democrática, contrariando a própria Constituição do país", escreveu o ministro em sua página no Facebook.

Aloysio argumenta que, diferentemente da Constituinte brasileira de 1988, eleita pela população, os membros da Constituinte venezuelana serão escolhidos por "organizações sociais controladas pelo presidente Maduro para fazer uma Constituição de acordo com o que ele quer".

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters