Por James Oliphant

WASHINGTON (Reuters) - Pré-candidatos presidenciais democratas dos Estados Unidos discutiram na terça-feira sobre guerra, comércio, gênero e o sistema de saúde, em um debate acalorado em Des Moines, no Iowa, Estado que realiza a primária inaugural da disputa em menos de três semanas.

O ex-vice-presidente Joe Biden, que vem dando novos sinais de competitividade em Iowa e New Hampshire e ainda lidera as pesquisas nacionais, só precisava de um desempenho convincente, o que conseguiu.

Ele se beneficiou do fato de grande parte da atenção ter se voltado ao confronto entre os aliados progressistas Bernie Sanders e Elizabeth Warren sobre ele ter dito ou não a ela que uma mulher não conseguiria conquistar a Casa Branca em 2020, o que permitiu a Biden se distanciar da discussão.

Quando Sanders se voltou para Biden, abordou temas que são parte do histórico do rival há tempos: seu voto a favor da guerra do Iraque quando era senador e seu apoio a acordos comerciais globais, como o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta).

A campanha de Sanders chegou ao debate abalada primeiro por reportagens segundo as quais seus voluntários denegriram Warren aos eleitores de Iowa e depois por outra reportagem que afirmou que, em uma reunião particular de 2018, ele disse a Warren que nenhuma mulher poderia se eleger presidente em 2020.

O senador do Vermont o negou vigorosamente ao ser indagado pelo moderador do debate a esse respeito, mas Warren insistiu que ele fez o comentário, essencialmente acusando-o de mentir.

Sanders, portanto, pode ser questionado sobre seu apelo junto às mulheres.

Warren provavelmente se saiu melhor no bate-boca com Sanders no quesito gênero, tentando se mostrar nobre e não se aferrar ao que ele pode ou não ter dito.

Mas ela fez um crítica velada ao pré-candidato mais explicitamente liberal da corrida dizendo existir um "perigo real" de os democratas "escolherem um candidato que não consegue unir nosso partido ou alguém que não valoriza grandes partes do eleitorado democrata".

Warren defendeu o argumento de que as mulheres são melhores como candidatas. "Olhem os homens neste palco. Coletivamente, eles perderam 10 eleições", disse, o que indica que está apostando alto no tema do gênero.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.