Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policiais afegãos patrulham área de ataque suicida em Cabul. 10/01/2017. REUTERS/Omar Sobhani

(reuters_tickers)

CABUL (Reuters) - Pelo menos 23 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas na terça-feira em um ataque suicida perto do edifício do Parlamento do Afeganistão, em Cabul, disse Saleem Rasouli, uma autoridade sênior de saúde.

O grupo islâmico afegão Taliban assumiu a responsabilidade pelas duas explosões perto do Parlamento. O ataque teve como alvo um ônibus com funcionários da NDS, principal agência de inteligência do Afeganistão.

O ataque, que encerra um período de relativa calma na capital afegã, ocorreu em uma área movimentada durante a hora do rush da tarde, em um momento no qual trabalhadores voltavam para casa.

Autoridades dizem que um carro-bomba suicida se explodiu na área de Darul Aman da capital, perto do prédio do Parlamento. A primeira explosão foi seguida por outro carro-bomba, aparentemente em uma operação coordenada.

Mais cedo, um homem-bomba matou sete pessoas e feriu outras nove após ter detonado seus explosivos em uma casa na província de Helmand utilizada pela NDS.

(Por Hamid Shalizi)

Reuters