Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Incêndio consome prédio em Londres 14/6/2017 REUTERS/Toby Melville

(reuters_tickers)

Por William James

LONDRES (Reuters) - O governo britânico está realizando com urgência verificações de segurança em cerca de 600 prédios na Inglaterra que possuem painéis de revestimento exterior, após ao menos 79 pessoas morrerem quando um incêndio devastou um prédio residencial em Londres na semana passada, disseram autoridades nesta quinta-feira.

Revestimento exterior adicionado durante uma restauração do edifício Grenfell Tower pode ter sido parte da causa do incidente em 14 de junho quando chamas se alastraram pelo prédio residencial de 24 andares, prendendo pessoas do lado de dentro, disseram moradores.

O incêndio no burgo de Kensington e Chelsea, em Londres, o pior no Reino Unido desde a Segunda Guerra Mundial, aumentou a pressão sobre a primeira-ministra Theresa May, que já luta por sua sobrevivência política após uma eleição antecipada que resultou na perda da maioria parlamentar de seu partido.

A tragédia no edifício despertou revolta contra cortes do governo no financiamento. Houve acusações de negligência criminal e, caso mais prédios sejam considerados inseguros, o governo enfrenta a tarefa de realojar pessoas em instalações de habitação social.

“A estimativa fornecida para nós por conselhos é que há aproximadamente 600 prédios com revestimentos similares”, disse a porta-voz de May a repórteres. O governo ainda não possui estimativas para a Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, disse.

Reuters