Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DUBAI (Reuters) - A Arábia Saudita, principal financiadora dos rebeldes sírios, afirmou neste domingo que ainda apoia um acordo internacional sobre o futuro da Síria e que o presidente Bashar al-Assad não deverá ter nenhum papel em qualquer cenário de transição para acabar com a guerra.

O Ministério das Relações Exteriores saudita negou reportagens da imprensa internacional dizendo que a Arábia Saudita estava considerando uma transição política com Assad permanecendo no poder em uma primeira fase.

Várias veículos de mídia, incluindo o Russia Today, chegaram a noticiar que o ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, havia informado o Alto Comitê de Negociações (HNC), da oposição síria, sobre a decisão.

Uma declaração do ministério, divulgada pela agência de notícias estatal saudita SPA, chamou as declarações atribuídas a al-Jubeir "imprecisas".

(Reportagem de Ahmed Tolba)

Reuters