Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Uma nova arma hipersônica desenvolvida pelos militares dos Estados Unidos explodiu nesta segunda-feira logo após decolar de um local de testes no Alasca, informou o Pentágono.

Ninguém ficou ferido no incidente, que ocorreu pouco depois das 5h (horário de Brasília) no Complexo de Lançamento Kodiak, no Alasca, disse Maureen Schumann, porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA.

"A arma explodiu durante a decolagem e caiu de volta na área do complexo", disse Schumann.

A arma foi desenvolvida pelo Laboratório Nacional Sandia e o Exército dos EUA, como parte de um programa de desenvolvimento tecnológico que busca construir uma arma que possa destruir alvos em qualquer lugar no planeta em uma hora após a obtenção de dados e a permissão de lançamento.

Schumann disse que funcionários do programa, do Exército, da Marinha e da Agência de Defesa de Mísseis dos EUA estão conduzindo uma investigação ampla para determinar a causa do acidente.

(Reportagem de Andrea Shalal)

Reuters