Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CABUL (Reuters) - O assessor de segurança nacional do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, encontrou com autoridades afegãs em Cabul no domingo, em meio a dúvidas sobre os planos da nova administração para a missão militar no Afeganistão após forças norte-americanas terem lançado uma enorme bomba sobre militantes.

A visita de H.R. McMaster, a primeira visita de alto nível de um oficial de Trump, aconteceu poucos dias depois que o exército americano disparou a bomba GBU-43, uma das maiores armas convencionais usadas em combate, durante uma operação na quinta-feira Contra militantes islâmicos no leste do Afeganistão.

Embora autoridades militares tenham dito que o ataque foi baseado unicamente em necessidades táticas, ele levou à especulação de que os conselheiros de Defesa de Trump estariam planejando ampliar a guerra contra os militantes no Afeganistão.

McMaster encontrou-se com o presidente Ashraf Ghani e outros altos funcionários afegãos para discutir os laços bilaterais, segurança, contra-terrorismo, reformas e desenvolvimento, de acordo com uma declaração na conta do Twitter do palácio.

(Por Josh Smith)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters