Reuters internacional

Por Tom James

(Reuters) - Um asteroide de pelo menos 600 metros de largura passará perto da Terra na quarta-feira, se aproximando a uma distância de pouco mais de 1,8 milhão de quilômetros, mas sem chance de impacto, afirmam cientistas da agência espacial dos Estados Unidos, Nasa.

Asteroides menores frequentemente se aproximam da Terra, mas o 2014 J025, descoberto em maio de 2014, será o maior deles a passar perto do planeta desde 2004, se aproximando a apenas 4,6 vezes a distância que separa a Terra da Lua.

"Sabemos a hora em que o objeto estará mais perto em uma escala de segundos e a distância é conhecida numa margem de centenas de quilômetros", disse nesta terça-feira por telefone Davide Farnocchia, matemático do programa Near-Earth Object (Objeto Perto da Terra) da Nasa.

Ter diversos anos de dados sobre a trajetória do asteroide dá aos cientistas a habilidade de prever seu caminho com muita confiança, acrescentou.

O asteroide, que tem entre 600 metros e 1,4 quilômetro de largura e é duas vezes mais reflexivo do que a Lua, não poderá ser visto a olho nu, mas observadores podem conseguir visualizá-lo com ajuda de telescópios caseiros por uma ou duas noites a partir da quarta-feira.

O J025 será o asteroide conhecido a passar mais perto da Terra nos próximos 500 anos pelo menos.

Reuters

 Reuters internacional