Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE (Reuters) - Pelo menos 33 pessoas foram mortas em um ataque aéreo que atingiu uma escola que servia de refúgio para desabrigados perto da cidade de Raqqa, controlada pelo Estado Islâmico, disse nesta quarta-feira um grupo que monitora a guerra na Síria.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse acreditar que o ataque foi realizado pela coalizão liderada pelos Estados Unidos para enfrentar o Estado Islâmico.

Ativistas do Observatório contaram ao menos 33 corpos no local perto do vilarejo de Al-Mansoura, a oeste de Raqqa, disse à Reuters o diretor do Observatório, Rami Abdulrahman. O ataque aéreo ocorreu na segunda-feira à noite, disse.

A coalizão liderada pelos EUA ampliou sua campanha aérea contra o grupo militante ao redor de Raqqa neste mês, provocando diversas mortes de civis, de acordo com Abdulrahman.

A instalação do Estado Islâmico mais próxima do local do ataque aéreo é uma escola religiosa a 3 quilômetros de distância, segundo ele.

Um porta-voz da coalizão liderada pelos norte-americanos disse anteriormente que a força faz tudo o que pode para evitar mortes de civis, e que investiga aquelas que são relatadas como resultado de seus ataques aéreos.

(Reportagem de Tom Perry)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters