Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE, (Reuters) - Um ataque aéreo na Síria matou um líder de um importante grupo jihadista e seu filho na sexta-feira, no segundo ataque aéreo mortal contra o grupo militante nesta semana.

O Jabhat Fateh al-Sham, anteriormente conhecido como Frente Nusra, ligada a Al-Qaeda, acusou a coligação militar liderada pelos Estados Unidos de matar o xeque Younes Shoueib, membro do seu conselho de shura, em uma declaração publicada no Telegram, um serviço de mensagens.

O grupo não disse onde Shoueib foi morto. Fateh al-Sham é um dos mais poderosos grupos rebeldes na província noroeste de Idlib, onde, no início desta, semana cerca de duas dúzias de pessoas foram mortas em um ataque aéreo em uma de seus quartéis-generais. O grupo também acusou a coligação liderada pelos EUA de realizar esse ataque.

O Fateh al-Sham rompeu seus laços com a Al-Qaeda no ano passado.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters