Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Ataque de atirador em escola na Flórida deixa vários mortos

Por Bernie Woodall

PARKLAND, Estados Unidos (Reuters) - Um atirador abriu fogo em uma escola secundária do Estado norte-americano da Flórida nesta quarta-feira, matando várias pessoas e dispersando centenas de estudantes que fugiram para as ruas antes de serem detidos pela polícia, disseram autoridades.

O ataque no Marjory Stoneman Douglas High School em Parkland, cerca 70 quilômetros ao norte de Miami, ocorreu pouco antes do final das aulas, levando a escola a entrar em confinamento, com alguns estudantes escondidos nas salas de aula enquanto a polícia fazia varredura em busca do atirador.

O suspeito foi levado sob custódia na tarde desta quarta-feira, disse um porta-voz do xerife do condado de Broward. O porta-voz não disse se o suspeito era estudante da escola.

"Há inúmeras mortes. É uma situação horrível", disse a jornalistas o superintendente de escolas do condado, Robert Runcie. Ele disse que o distrito escolar não havia recebido nenhum alerta sobre um potencial atirador e que não havia evidência de mais de um atirador.

"Temos pelo menos 14 vítimas", disse o gabinete do xerife do condado de Broward no Twitter. Não ficou claro se esse número incluiu pessoas que foram feridas, além dos mortos.

Os alunos se esconderam nas salas de aula até serem resgatados pela polícia, disseram amigos e familiares.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.