Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

DERA ISMAIL KHAN, Paquistão (Reuters) - O líder do grupo militante paquistanês Jamaat-ul-Ahrar, que planejou alguns dos ataques suicidas mais letais do Paquistão no último ano, morreu nesta quinta-feira após ser atingido por um drone norte-americano no Afeganistão, informou um porta-voz da organização jihadista.

"Nosso líder, Omar Khalid Khorasani, foi ferido em um dos recentes ataques com drones no Afeganistão. Ele foi ferido gravemente, e hoje ele foi martirizado", disse Asad Mansoor, um porta-voz do grupo Jamaat-ul-Ahrar, à Reuters, por telefone.

Jamaat-ul-Ahrar é um grupo dissidente do Taliban do Paquistão e, no passado, também apoiou o Estado Islâmico.

(Reportagem de Kay Johnson)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters