Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Hamid Shalizi

CABUL (Reuters) - Homens-bomba atacaram duas mesquitas no Afeganistão nesta sexta-feita, matando ao menos 72 pessoas, incluindo crianças, disseram autoridades e testemunhas.

Um suicida entrou em uma mesquita muçulmana xiita na capital Cabul enquanto as pessoas rezavam na noite de sexta-feira e detonou um explosivo, disse um dos fiéis, Mahmood Shah Husaini.

Pelo menos 39 pessoas morreram na explosão na mesquita Imam Zaman, no distrito Dasht-e-Barchi, disse o porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danish.

Em outra ação, um homem-bomba matou 33 pessoas em uma mesquita na província central de Ghor, segundo um porta-voz policial.

Ninguém assumiu a autoria dos ataques, que são os mais recentes de uma série de atentados violentos contra a minoria xiita do país.

A população xiita do Afeganistão tem sido atacada com frequência neste ano – ao menos 184 pessoas morreram e 194 ficaram feridas em ataques a mesquitas e durante cerimônias religiosas, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado na semana passada.

Entre eles estão ao menos dois ataques a mesquitas de Cabul em agosto e setembro.

(Reportagem adicional de Jalil Ahmad Rezaee em Heart)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters