Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MADRI (Reuters) - Um ativista de oposição da Venezuela que foi solto da prisão após quatro anos chegou a Madri neste sábado, onde o governo espanhol afirmou que espera que sua libertação ajude a encerrar a crise política no país sul-americano.

Lorent Gomez Saleh, denunciado por perturbar a ordem pública após organizar protestos contra o governo, embarcou em um voo direto de Caracas, pouco depois de deixar a prisão, acompanhado por um oficial espanhol, disse o governo da Espanha.

“O governo espanhol acredita que essa decisão do governo venezuelano é um passo na direção correta para construir confiança que permitirá uma resolução democrática, pacífica e negociada entre venezuelanos”, disse em comunicado. 

(Por Miguel Gutierrez)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters