SANTIAGO (Reuters) - As autoridades chilenas decretaram uma quarentena total, por sete dias, a vários bairros da capital do país, Santiago, em meio à rápida disseminação do coronavírus, anunciou o ministro da Saúde, Jaime Mañalich, na tarde desta quarta-feira.

A medida, que passará a vigorar na noite de quinta, afetará mais de 1,3 milhão de pessoas, principalmente nas comunidades mais ricas do leste de Santiago.

Da mesma forma, o ministro informou que um isolamento aduaneiro sanitário será instalado em torno da capital para conter o avanço da doença.

(Por Fabián Andrés Cambero)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.