Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LA PAZ (Reuters) - Um total de 5,13 milhões de bolivianos está habilitado para votar na eleição de 6 de dezembro, na qual o presidente Evo Morales buscará a reeleição, um novo recorde de eleitores no país, informou a Corte Nacional Eleitoral.
O CNE informou que a cifra superou amplamente a meta de 3,8 milhões de eleitores, que foi o número de bolivianos inscritos para votar no referendo de janeiro passado no qual foi aprovada uma nova Constituição.
Os eleitores registrados no exterior pela primeira vez somam 169.096 entre Brasil, Espanha, Estados Unidos e Argentina, sendo este último o país com maior número de habilitados.
A Bolívia tem um pouco mais de 10 milhões de habitantes, segundo o estatal Instituto Nacional de Estatísticas.
O recadastramento de todos os eleitores, iniciado em agosto, foi decidido após acordo entre o governo e a oposição para convocar as eleições de dezembro, na qual o poder legislativo também será renovado.
Várias pesquisas de intenção de voto preveem a reeleição fácil de Morales, com amplas possibilidades de que o Movimento ao Socialismo (MAS), do atual presidente, consiga também o controle das câmaras da Assembleia Plurinacional, como passará a se chamar o Congresso.
(Reportagem de Diego Oré)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters