Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Autoridades afegãs inspecionam lado de fora de embaixada da Alemanha após explosão em Cabul. 31/05/2017 REUTERS/Mohammad Ismail

(reuters_tickers)

Por Mirwais Harooni e Josh Smith

CABUL (Reuters) - Uma bomba com alto poder de destruição escondida em um caminhão de esgoto explodiu no horário de pico na manhã desta quarta-feira no centro da capital afegã, Cabul, deixando ao menos 80 mortos, centenas de feridos e danificando prédios de embaixadas, informou a polícia.

A explosão, uma das mais letais em Cabul e que ocorre no momento de início do mês sagrado do Ramadã, foi detonada perto da entrada da embaixada da Alemanha, matando um guarda de segurança e deixando alguns trabalhadores do local feridos, disse o ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, no Twitter.

"Ataques desse tipo não mudam nossa determinação em continuar a apoiar o governo do Afeganistão na estabilização do país", disse.

O porta-voz da polícia de Cabul Basir Mujahid disse que os explosivos estavam escondidos em um caminhão de esgoto, mas sugeriu que a embaixada da Alemanha pode não ter sido o alvo direto da explosão, que provocou nuvens de fumaça negra perto do palácio presidencial.

"Existem diversos outros importantes complexos e escritórios ali perto também", disse à Reuters.

(Reportagem adicional de Sudip Kar-Gupta e Emmanuel Jarry em Paris, Ben Blanchard em Pequim, Madeline Chambers e Michelle Martin em Berlim, Tulay Karadeniz em Ancara e Doug Busvine em Nova Deli)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters