Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bombeiros trabalham para conter fogo na Califórnia 9/10/2017 REUTERS/Mike Blake

(reuters_tickers)

Por Marc Vartabedian

SANTA ROSA, Califórnia (Reuters) - Bombeiros combatiam nesta terça-feira incêndios florestais que mataram ao menos 15 pessoas e destruíram cerca de 1.500 casas e negócios no norte da Califórnia, além de arrasar as famosas vinícolas do Estado norte-americano.

A diminuição dos ventos na segunda-feira auxiliou os esforços para controlar as chamas, disse Brad Alexander, porta-voz do Escritório de Serviços de Emergência do governador.

    Mas o número de mortes ainda pode aumentar, alertou.

Escolas e faculdades próximas dos incêndios florestais cancelaram as aulas nesta terça-feira, e dois hospitais do condado de Sonoma foram obrigados a realizar retiradas, disseram autoridades estaduais.

    Cerca de 1.500 residências e pontos comerciais foram destruídos, relatou Ken Pimlott, diretor do Departamento de Silvicultura e Proteção contra Incêndios da Califórnia, na segunda-feira.

Grande parte do dano ocorreu na região vinícola da Califórnia, situada ao norte de San Francisco. O condado de Sonoma foi o que teve mais fatalidades – 13 mortes relacionadas ao fogo foram confirmadas no local, de acordo com o departamento do xerife.

    Cerca de 20 mil pessoas foram retiradas de seus lares desde domingo, segundo autoridades, e a rede CNN disse que mais de 100 foram tratadas por ferimentos relacionados aos incêndios, incluindo queimaduras e inalação de fumaça.

    Os incêndios irromperam durante o final de semana e foram atiçados pelas temperaturas altas e pela secura. Eles se espalharam por cerca de 30 mil hectares, disseram autoridades dos bombeiros.

O maior incêndio atingiu os condados de Napa e Sonoma, cobrindo 109 quilômetros quadrados e 101 quilômetros quadrados respectivamente. A situação da lavoura de uva sendo colhida no local atualmente não está clara.

Além dos danos em potencial do próprio fogo às vinícolas, especialistas dizem que a exposição prolongada à fumaça densa pode afetar as uvas ainda não colhidas.

    O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou um estado de emergência em Napa, Sonoma e cinco outros condados – entre eles o de Orange, no sul, onde na segunda-feira um incêndio florestal destruiu ao menos meia dúzia de casas no bairro abastado de Anaheim Hills, forçando a retirada de centenas de moradores, disseram autoridades.

    (Reportagem adicional de Alex Dobuzinskis em Los Angeles, Keith Coffman em Denver, Brendan O'Brien em Milwaukee e Gina Cherelus, Jonathan Allen e Joseph Ax em Nova York)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters