Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bandeiras do Brasil, Rússia, China, África do Sul e Índia, vistas durante encontro do Brics, em Xiamen, na China 04/09/2017 REUTERS/Wu Hong

(reuters_tickers)

Por Michael Martina e Yawen Chen

XIAMEN, China (Reuters) - Países do grupo Brics condenam firmemente o teste nuclear da Coreia do Norte, mas consideram que o problema sobre o programa nuclear norte-coreano deve ser resolvido apenas por meios pacíficos e diálogos, segundo esboço de comunicado de encontro das nações visto pela Reuters nesta segunda-feira.

Em seu sexto e mais poderoso teste nuclear até o momento, realizado no domingo, a Coreia do Norte detonou o que disse ter sido uma bomba de hidrogênio avançada para um míssil de longo alcance, levando os Estados Unidos a prometerem uma resposta militar "maciça" caso seu território ou seus aliados sejam ameaçados.

"Expressamos uma preocupação profunda com a tensão constante e com a questão nuclear prolongada na península coreana", disse o esboço do comunicado do Brics.

Um comunicado formal, conhecido como "Declaração de Xiamen", deve ser emitido em uma reunião dos chefes de Estado das cinco grandes economias emergentes do grupo --Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul-- reunidos na cidade litorânea chinesa de Xiamen.

Os Brics continuarão a se opor com firmeza ao protecionismo, já que estão comprometidos com um sistema comercial multilateral "aberto e inclusivo", acrescentou o esboço do comunicado.

O texto enfatizou a necessidade de se manter a vigilância contra "políticas introspectivas" que poderiam prejudicar a confiança dos mercados globais, pedindo que os países dos Brics fortaleçam a coordenação de políticas macroeconômicas e estruturais.

O esboço também pediu que todos os países implantem totalmente o acordo climático de Paris, ao mesmo tempo prometendo intensificar a cooperação dos Brics nas áreas de combate à mudança climática e energia e expandir o financiamento verde.

As cinco economias emergentes concordaram em estabelecer um fundo de emissão de títulos em moedas locais, acrescentou o esboço do comunicado.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters