Reuters internacional

BERLIM/COLÔNIA (Reuters) - Autoridades alemãs liberaram neste domingo sem acusações três homens britânicos detidos na Alemanha no final do sábado após conversas a bordo de um voo da easyJet da Eslovênia para Londres, que levaram o piloto a pousar em Colônia.

“A investigação criminal contra eles foi suspensa. Nenhuma evidência foi encontrada”, disse um porta-voz da polícia local. “Nós agora acreditamos que nunca houve um perigo real”.

Nove pessoas receberam tratamento médico após todos os 151 passageiros terem sido removidos da aeronave Airbus 319 usando os escorregadores de emergência.

Não ficou imediatamente claro quando os homens, que estavam voltando a Londres depois de uma viagem de negócios, retornariam para a capital britânica. Os passageiros remanescentes partiram para Londres em outro avião da easyJet neste domingo.

A easyJet não divulgou comentários imediatamente.

O piloto alterou a rota do voo após passageiros relatarem que os homens estavam discutindo “assuntos terroristas” e carregavam um livro intitulado “Matar” com um rifle em sua capa, disseram a polícia e promotores em um comunicado.

Eles disseram que as alegações de conversas não puderam ser verificadas.

Reuters

 Reuters internacional