Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Trump durante discurso na Casa Branca 26/7/2017 REUTERS/Jonathan Ernst

(reuters_tickers)

Por Richard Cowan e Mike Stone

WASHINGTON (Reuters) - A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira um aumento de 68 bilhões de dólares em gastos militares no próximo ano, com legislação que também fornece dinheiro para o presidente Donald Trump começar a construção de um muro na fronteira entre EUA e México.

O projeto de lei aumentou gastos na capacidade norte-americana de se defender contra ataques de mísseis estrangeiros, em meio a preocupações sobre a crescente capacidade da Coreia do Norte atingir os EUA com um míssil nuclear, após testar com sucesso em julho um míssil balístico intercontinental.

O dinheiro para o muro é uma pequena parte dos 658,1 bilhões de dólares que o projeto de lei irá fornecer ao Departamento de Defesa, um aumento de 68,1 bilhões em relação ao nível promulgado no ano fiscal de 2017 e 18,4 bilhões acima do pedido de orçamento de Trump.

A Câmara aprovou por 235 votos a 192 o projeto de lei de gastos para o ano fiscal de 2018 que irá fornecer 1,6 bilhão de dólares para construção inicial de um muro na fronteira entre EUA e México, que foi uma peça central da campanha presidencial de Trump em 2016.

Democratas se referiram repetidamente a qualquer dinheiro para o muro como uma “pílula venenosa” e devem tentar acabar com o projeto no Senado.

Reuters