Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Represa em Oroville, Califórnia. 11/02/2017 California Department of Water Resources/William Croyle/Handout via REUTERS

(reuters_tickers)

Por Sharon Bernstein

OROVILLE, EUA (Reuters) - Cerca de 200 mil pessoas que vivem abaixo da represa mais alta dos Estados Unidos, nos arredores de Oroville, no norte da Califórnia, receberam ordens urgentes para deixarem suas casas no domingo pelo perigo de colapso da represa, que pode provocar uma inundação nas áreas próximas.

As autoridades emitiram uma ordem de retirada urgente no domingo, dizendo que um vertedouro de emergência com problema poderia inundar comunidades rurais ao longo do rio Feather.

"A retirada imediata dos níveis baixos de Oroville e áreas rio abaixo é ordenada", disse o xerife do Condado de Butte em comunicado publicado nas redes sociais.

O Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia informou no Twitter por volta das 16h30, no horário local, que era previsto que o vertedouro próximo à represa "falhasse dentro da próxima hora".

Diversas horas depois a situação parecia menos grave, já que o vertedouro não havia cedido e o departamento de Recursos Hídricos informou que equipes iriam usar helicópteros para jogar rochas para preencher um buraco. As autoridades também estavam liberando água para diminuir o nível do lago após semanas de fortes chuvas no Estado.

Reuters