Navigation

Cangurus podem aprender a se comunicar com humanos, dizem pesquisadores

Cangurus podem aprender a se comunicar com humanos, dizem pesquisadores 20/09/2015 REUTERS/Darrin Zammit Lupi reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 16. dezembro 2020 - 16:38

Por Paulina Duran

SYDNEY (Reuters) - Cangurus podem aprender a se comunicar com humanos, à semelhança de cães domesticados, usando o olhar para "apontar" e pedir ajuda, disseram pesquisadores em um estudo publicado nesta quarta-feira.

O estudo envolveu 11 cangurus que viviam em cativeiro e não haviam sido domesticados. Dez dos 11 marsupiais olharam intencionalmente para os pesquisadores quando não conseguiram abrir uma caixa com alimento, de acordo com o relatório. Nove olharam alternadamente para o humano e o recipiente como maneira de apontar ou gesticular na direção do objeto.

"Interpretamos isto como uma forma deliberada de comunicação, um pedido de ajuda", disse Alan McElligott, pesquisador irlandês que liderou o estudo, à Reuters em um telefonema de Hong Kong.

"Não se espera realmente que espécies selvagens se comportem como estas cobaias, e é por isso que isto é surpreendente".

A descoberta questiona a noção de que somente animais domesticados, como cães, cavalos ou bodes, se comunicam com humanos, e leva a crer que muitos outros animais poderiam entender como transmitir sentidos a humanos, postula o relatório.

"Antes pensávamos que só animais domesticados tentam pedir ajuda com um problema. Mas os cangurus também o fazem", concluiu a copesquisadora Alexandra Green, da Universidade de Sydney.

"É mais provável que seja um comportamento adquirido quando o ambiente é ideal".

Partilhar este artigo