Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

RIO (Reuters) - Cerca de mil pessoas participaram de um protesto neste domingo na orla da zona sul do Rio contra a visita do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad ao Brasil.
Ele chega ao país nessa segunda-feira e tem encontro com o presidente Lula em Brasília.
O protesto debaixo de sol forte e temperatura aproximada de 35 graus reuniu representantes de entidades ligadas a judeus, ciganos, homossexuais e defensores dos direitos humanitários
Os manifestantes distribuíram cartões vermelhos na praia para simbolizar a expulsão do presidente iraniano.
Eles carregavam ainda cartazes com dizeres como "O holocausto não existiu?" e "Senhor presidente Lula,liberdade de expressão: explique ao convidado".
O protesto na orla da praia terminou com os manifestantes soltando balões de gás que tinham inscrições como paz, liberdade de expressão, liberdade sexual e memória do holocausto.
(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters