Reuters internacional

Por Abdi Sheikh

MOGADÍSCIO (Reuters) - Um carro-bomba explodiu um café na capital da Somália, Mogadíscio, perto de um conjunto de prédios ministeriais do governo nesta quarta-feira, deixando sete mortos, disseram autoridades e serviços de ambulância.

Testemunhas da Reuters disseram que a explosão destruiu o café e danificou outro. Três carros foram destruídos e sangue manchou o chão. Fumaça emanava da cena.

"Até agora nós já retiramos sete pessoas mortas pela explosão. O número de mortos pode aumentar", disse Abdikadir Abdirahman, diretor do serviço de ambulâncias Amin, à Reuters.

A polícia disse que a explosão aconteceu perto de um conjunto de edifícios dos ministérios da Segurança e do Esporte.

O acidente aconteceu depois que o novo ministro de Segurança, Mahamed Abuukar Islow, assumiu o cargo e prometeu criar um plano para aumentar a segurança.

A polícia havia dito antes que o número de mortes era de três pessoas.

"Nós confirmamos que sete civis foram mortos na explosão por parte do Al Shabaab", disse Abdifatah Omar Halane, porta-voz do prefeito de Mogadíscio, a repórteres na cena.

O Al Shabaab não pôde ser contactado de imediato para comentar. No passado, o grupo assumiu responsabilidade por explosões na capital e em qualquer outro lugar na Somália.

Reuters

 Reuters internacional