Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Forças de segurança iraquianas no local da explosão de um carro-bomba em Bagdá. 05/01/2017 REUTERS/Wissm al-Okili

(reuters_tickers)

BAGDÁ (Reuters) - Um carro-bomba explodiu no leste de Bagdá e matou seis civis e deixou 15 feridos nesta quinta-feira, em um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, disseram médicos e a polícia.

A agência de notícias Amaq, que apoia o Estado Islâmico, disse que um carro estacionado carregado com explosivos foi detonado na área de Al-Obeidi, tendo como alvo muçulmanos xiitas, que o grupo sunita ultrarradical considera infiéis.

Ataques em Bagdá na semana passada, alguns deles reivindicados pelo Estado Islâmico, mataram mais de 60 pessoas, em um sinal de escalada da violência na capital iraquiana à medida que forças iraquianas apoiadas pelos Estados Unidos tentam expulsar os militantes da cidade de Mosul, ao norte.

O Estado Islâmico perdeu a maior parte do território que havia conquistado no norte e no oeste do Iraque em 2014, e ceder Mosul representaria provavelmente o fim de seu autodeclarado califado. No entanto, os insurgentes continuam capazes de realizar ataques no Iraque.

(Reportagem de Saif Hameed)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters