Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Shams Mohmand
PESHAWAR, Paquistão (Reuters) - Uma explosão fruto de um ataque suicida com carro-bomba, num posto policial da cidade paquistanesa de Peshawar, matou 10 pessoas neste sábado, segundo a polícia.
Perto da fronteira com o Afeganistão, a cidade tem sido alvo de ataques desde o início da ofensiva do governo paquistanês contra o Taliban no mês passado.
"O carro-bomba se aproximou da barreira perto do posto policial e então explodiu", disse o representante da cidade Sahibzada Anis à Reuters. Dez pessoas morreram e 20 ficaram feridas, informou. A polícia afirmou que dois de seus homens estão entre os mortos.
Pedaços do carro-bomba se espalharam pela estrada. Diversos outros veículos foram seriamente danificados. Nenhum grupo ainda assumiu a autoria pelo atentado.
A explosão deste sábado ocorre um dia depois de atentado suicida, com carro-bomba, contra escritório da agência de inteligência paquistanesa, que matou 17 pessoas.
O Taliban assumiu a autoria dos ataques de sexta-feira, bem como outro ataque suicida em uma estação policial na cidade de Bannu na véspera, na qual 7 pessoas morreram.
"Realizaremos ataques parecidos em outras partes do país", disse à Reuters Qari Hussain Mehsud, membro do Taliban paquistanês, primo do chefe da organização Hakimullah Mehsud. Hussain é conhecido como o "mentor dos ataques suicidas".
(Reportagem adicional Augustine Anthony)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters