Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CABUL (Reuters) - Um homem-bomba detonou um carro cheio de explosivos neste sábado do lado de fora do centro de treinamento do Exército do Afeganistão, em Cabul, matando pelo menos 15 soldados, disse um porta-voz do Exército.

Após uma semana particularmente fatal para as forças de segurança do Afeganistão, foi o segundo grande ataque na capital em 24 horas, após um ataque suicida em uma mesquita xiita que matou mais de 50 pessoas na noite de sexta-feira.

"O pessoal do Exército estava saindo da Universidade Marshal Fahim quando um homem-bomba dentro de um carro os alvejou. Quinze soldados que estavam lá para o treinamento foram mortos e quatro outros foram feridos", disse o porta-voz do Ministério da Defesa, Dawlat Wazari.

A universidade, nos arredores do oeste de Cabul, é casa para a escola de treinamento de oficiais do Exército e outras academias de treinamento.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade, mas insurgentes do Taliban conduziram uma onda de ataques nesta semana às forças afegãs, que têm sofrido uma vez que a maioria das tropas estrangeiras deixou o país no final de 2014.

Na quinta-feira, o Taliban invadiu uma base militar na província do sul de Kandahar, matando pelo menos 43 dos 60 soldados que fazem parte da base, que foi deixada em ruínas.

Dois dias antes, pelo menos 36 pessoas de segurança foram mortas e feridas em ataques do Taliban contra compostos governamentais nas províncias de Paktia e Ghazni, com um comandante da polícia provincial sênior entre os mortos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters