Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CAIRO (Reuters) - Sete civis, incluindo duas crianças pequenas, foram mortos por um carro-bomba que explodiu em um posto de segurança na Península do Sinai na segunda-feira, informou um porta-voz do Exército do Egito nesta terça.

Os militares disseram ter interceptado o veículo em um posto de segurança perto da cidade de Arish, a capital da província do Sinai do Norte, e que tentaram conter a detonação atingindo o carro com um tanque.

Mas a bomba explodiu depois de o tanque ter se afastado, e os civis próximos foram atingidos pela detonação, de acordo com imagens vistas em um vídeo divulgado pelo Exército.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque. Quatro atiradores estavam dentro do veículo, segundo o Exército.

Uma insurgência na região egípcia do Sinai ganhou fôlego desde que o Exército depôs o presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana, o grupo islâmico mais antigo do país, em reação a protestos em massa contra seu governo em meados de 2013.

(Por Nadine Awadalla)

Reuters