Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Um funcionário da Casa Branca lançou neste domingo um forte ataque contra o tribunal federal de apelações que suspendeu medidas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre imigração, classificando a decisão de "usurpação judicial de

poder".

O governo Trump enfrentou várias derrotas legais relativas às medidas anunciada em 27 de janeiro, o que levou o republicano a declarar que deve adotar nova medida em vez de enfrentar uma longa batalha judicial.

"Os poderes do presidente estão for a de questão", disse o assessor da Casa Branca Stephen Miller ao programa "Fox News Sunday".

Miller criticou a decisão da 9ª Corte de Apelações de suspender a medida. "A 9ª Corte tem um longo histórico de ser derrubada.... Não temos supremacia judicial neste país."

(Reportagem de Doina Chiacu)

Reuters