Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

PALM BEACH, EUA (Reuters) - A Casa Branca afirmou nesta sexta-feira que o ataque contra uma base aérea síria autorizado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, envia um sinal forte ao mundo, mas se recusou a dizer se Trump aprovaria ataques ou ações adicionais contra o governo do líder sírio, Bashar al-Assad.

"Acredito que as ações do presidente foram muito decisivas ontem à noite e foram claras sobre o que ele acha que precisa ser feito", disse o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, a repórteres.

"Em primeiro lugar, o presidente acredita que o governo sírio, o regime de Assad, deveria, no mínimo, concordar em cumprir os acordos que eles fizeram de não usar armas químicas. Acho que isso deveria ser um padrão mínimo em todo o mundo", afirmou Spicer.

(Reportagem de Steve Holland, Roberta Rampton e Ayesha Rascoe)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters