Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Não há nada de inapropriado na visita que o filho do presidente Donald Trump fez a um advogado russo durante a campanha presidencial no ano passado, disse a Casa Branca nesta segunda-feira, acrescentando que foi um encontro breve e que não teve "nenhum prosseguimento".

"A única coisa que eu vejo de inapropriado sobre a visita foram as pessoas que vazaram a informação sobre ela depois de ter sido revelada voluntariamente", disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em uma coletiva de imprensa, acrescentando que é algo rotineiro durante uma campanha política que pessoas liguem oferecendo informações.

"Don Junior fez uma reunião muito breve, que teve absolutamente nenhum prosseguimento", disse Sanders.

(Por Steve Holland)

Reuters