Navigation

Casa Branca trabalha para acelerar produção de vacina da J&J contra Covid-19

31/10/2020 REUTERS/Dado Ruvic/Foto ilustrativa reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 06. fevereiro 2021 - 00:32

Por Dania Nadeem e Rebecca Spalding e Julie Steenhuysen

(Reuters) - O governo Biden está avaliando todas as opções para aumentar a fabricação da vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson, que está sob revisão regulatória, e disse na sexta-feira que os níveis atualmente previstos de doses iniciais são menores do que o esperado.

A Casa Branca invocou a Lei de Produção de Defesa para ajudar a Pfizer a elevar a produção da vacina contra Covid-19 e afirma que "todas as opções" estavam sendo consideradas para produzir mais vacina da Johnson & Johnson, caso seja autorizada.

Também usará poderes do período de guerra para ampliar os testes em casa de Covid-19 e fazer mais luvas cirúrgicas nos Estados Unidos, disseram autoridades em uma entrevista coletiva na sexta-feira.

"Como é o caso com outras vacinas, concluímos que o nível de fabricação não nos permite ter tanta vacina quanto achamos que precisamos", disse Andy Slavitt, conselheiro sênior da equipe de resposta à Covid-19 da Casa Branca, referindo-se à vacina da J&J.

A J&J solicitou na quinta-feira autorização de uso emergencial nos EUA. Ela espera ter algumas doses prontas para distribuição assim que for autorizada, mas não informou quantas.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?