Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BARCELONA (Reuters) - A Catalunha irá adotar a lei do referendo que determina uma declaração de independência se o resultado oficial do referendo mostrar uma maioria a favor, disse o líder da Catalunha, Carles Puigdemont, em um programa de televisão exibido neste domingo.

"A declaração de independência, que nós não chamamos de declaração 'unilateral' de independência, é prevista na lei do referendo como um aplicação dos resultados. Iremos adotar o que a lei diz", disse Puigdemont em entrevista no programa da emissora TV3, da Catalunha, de acordo com um trecho divulgado no site do canal.

O governo catalão afirma que mais de 90 por cento das pessoas que votaram no referendo de 1º de outubro foram a favor da independência da Catalunha do restante da Espanha. O referendo foi declarado ilegal pelas autoridades espanholas, e teve comparecimento de apenas 43 por cento.

A lei catalã que determinou a realização do referendo diz que o Parlamento da Catalunha deve declarar a independência da região dentro de 48 horas após uma proclamação de vitória do "sim" pela comissão eleitoral da Catalunha.

(Reportagem de Adrian Croft)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters