Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ministra das Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, dá entrevista coletiva em Cancún 20/06/2017 REUTERS/Carlos Jasso

(reuters_tickers)

CANCÚN, México (Reuters) - A ministra venezuelana das Relações Exteriores, Delcy Rodríguez, disse nesta terça-feira que seu governo nunca mais voltará à Organização dos Estados Americanos (OEA), mas deixou a porta aberta para participar de outras reuniões.

A Venezuela prometeu deixar a OEA, mas a chanceler ressaltou que há um período administrativo de dois anos para finalizar a saída, no qual ainda poderia participar.

Falando em uma entrevista coletiva em Cancún, Delcy Rodríguez também disse que o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, estava tentando desencadear uma guerra civil na Venezuela.

Governos de todas as Américas criticaram a liderança do governo socialista da Venezuela pela forma como lida com uma crise política e econômica, levando a chanceler a chamar os críticos de "cadáveres do imperialismo".

(Reportagem de Anthony Esposito)

Reuters