Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif. 20/12/2016 REUTERS/Maxim Shemetov

(reuters_tickers)

ANCARA (Reuters) - O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, tuitou nesta sexta-feira que a República Islâmica não se abalou com as ameaças dos Estados Unidos, depois que realizou um teste de míssil e que Teerã jamais começaria uma guerra.

"Irã não se deixa perturbar por ameaças, já que obtemos segurança de nosso povo. Jamais iniciaremos uma guerra, mas só podemos confiar em nossos próprios meios de defesa", escreveu Zarif.

O presidente norte-americano, Donald Trump, tuitou no início desta sexta-feira que "o Irã está brincando com fogo" e que "não valorizam o quanto o presidente Obama foi 'gentil' com eles. Eu não!".

Trump disse na quinta-feira que "nada está descartado" no trato com os iranianos após seu lançamento de um míssil balístico. Colegas republicanos do Congresso disseram que vão apoiá-lo com novas sanções.

Zarif disse que seu país não pretende usar seu poderio militar contra nenhum país, a não ser em legítima defesa.

"Jamais usaremos nossas armas contra ninguém, exceto em legítima defesa. Vamos ver se algum destes que reclamam podem fazer a mesma afirmação", tuitou.

O Irã disse na quinta-feira que não cederá às "inúteis" ameaças dos EUA de "uma pessoa inexperiente" sobre seu programa de mísseis.

(Por Parisa Hafezi)

Reuters