Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MOSCOU (Reuters) - A Rússia apoia a continuação das conversações sobre a crise na Síria sob a mediação da Organização das Nações Unidas (ONU), disse o chanceler russo, Sergei Lavrov.

Em entrevista publicada no site do Ministério das Relações Exteriores da Rússia neste domingo, Lavrov disse que as conversas internacionais sobre a Síria realizadas em Astana, no Cazaquistão, em janeiro, foram um "passo à frente" nos esforços para resolver a crise.

O formato das conversas de Astana entre representantes do regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, e grupos de oposição, no entanto, não deve substituir as conversas em Genebra lideradas pelo enviado especial da ONU, Staffan de Mistura, segundo Lavrov.

A próxima rodada das conversas de Genebra está marcada para 20 de fevereiro, de acordo com diplomatas.

Lavrov também reiterou a posição de Moscou sobre as relações com o novo presidente dos EUA, Donald Trump. Lavrov disse que os dois países estão em condição de resolver temas bilaterais, melhorar os laços e coordenar esforços para combater o "terorismo internacional", mas apenas com base no respeito mútuo.

(Reportagem de Andrey Ostroukh)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters