Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Alto comissário da ONU para os direitos humanos, Zeid Ra'ad Al Hussein, durante coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça 30/08/2017 REUTERS/Denis Balibouse

(reuters_tickers)

GENEBRA (Reuters) - A principal autoridade de direitos humanos da ONU pediu, nesta segunda-feira, que autoridades da Espanha investiguem total e imparcialmente a violência ligada ao referendo de independência da Catalunha, e que realizem conversas para resolver a questão da separação.

O alto comissário da ONU para direitos humanos, Zeid Ra'ad al-Hussein, expressou preocupação com a violência de domingo, quando centenas de pessoas ficaram feridas, dizendo que as respostas da polícia precisam ser "em todos os momentos... proporcionais e necessárias".

"Eu acredito firmemente que a atual situação precisa ser resolvida através do diálogo político, com total respeito pelas liberdades democráticas", disse Zeid, em comunicado.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters