Reuters internacional

KABUL (Reuters) - O chefe do Estado Islâmico no Afeganistão, Abdul Hasib, foi morto em uma operação liderada por forças especiais afegãs na província de Nangarhar, ao leste do país, anunciou o presidente Ashraf Ghani neste domingo.

Hasib, nomeado no ano passado, após seu antecessor Hafiz Saeed Khan morrer em um ataque por um drone dos Estados Unidos, é apontado como responsável por ordenar uma série de importantes ataques, incluindo um em março que mirou o principal hospital militar de Kabul, alvo de um grupo de militantes disfarçados como médicos, segundo comunicado.

(Por James Mackenzie)

Reuters

 Reuters internacional