Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O chefe do Estado Islâmico no Afeganistão, Abu Sayed, foi morto em um ataque contra a sede do grupo na província de Kunar nesta semana, informou o Pentágono nesta sexta-feira.

A porta-voz do Pentágono Dana White disse em comunicado que outros membros do grupo Estado Islâmico foram mortos no ataque na terça-feira.

    Sayed é o terceiro líder do Estado Islâmico no Afeganistão a ser morto desde julho de 2016.

    O ex-líder Abdul Hasib foi morto em operação conjunta entre os Estados Unidos e Afeganistão em 27 de abril na província oriental de Nangarhar. O antecessor de Hasib, Hafiz Saeed Khan, morreu em um ataque norte-americano por drone em 2016.

    A ramificação local do Estado Islâmico, frequentemente conhecida como Estado Islâmico Khorasan, devido a um antigo nome para a região que inclui o Afeganistão, tem estado ativa desde 2015, lutando contra o Taliban e forças afegãs e norte-americanas.

    (Reportagem de Idrees Ali)

Reuters