Navigation

China diz que se opõe firmemente às restrições dos EUA sobre a Huawei

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Zhao Lijian em Pequim 08/04/2020 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 18. agosto 2020 - 12:48

PEQUIM (Reuters) - A China informou nesta terça-feira que se opõe firmemente à supressão norte-americana da Huawei Technologies Co, depois que o governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que aumentaria ainda mais as restrições à empresa.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, falando em uma entrevista coletiva diária, pediu aos Estados Unidos que parem de desacreditar as empresas chinesas.

O governo de Pequim continuará a tomar todas as medidas necessárias para salvaguardar os direitos legítimos das empresas chinesas, disse Zhao.

(Por Yew Lun Tian)

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.