Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bandeira chinesa é vista perto de um canteiro de obras na área comercial de Pequim, China 17/01/2017 REUTERS/Jason Lee

(reuters_tickers)

PEQUIM (Reuters) - A China nomeou um novo chefe para sua principal agência de planejamento econômico e um novo ministro do Comércio como parte de uma reforma antes da reunião do Partido Comunista neste ano.

He Lifeng, vice-presidente da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, foi escolhido para liderar a agência, informou nesta sexta-feira a agência estatal Xinhua, citando uma decisão do comitê do Congresso Nacional do Povo. Ele vai substituir Xu Shaoshi, que chegou à idade de aposentadoria.

Zhong Shan, atualmente vice-ministro do Comércio, foi nomeado para chefiar a pasta, informou o Ministério do Comércio em seu site, no lugar de Gao Hucheng.

Zhong já foi representante de comércio internacional da China, responsável por negociações comerciais.

Pequim tem encontrado dificuldades para lidar com a demanda global fraca e enfrenta riscos do crescente protecionismo comercial dos Estados Unidos uma vez que a administração do presidente norte-americano, Donald Trump, mostra aversão à globalização, que tem beneficiado a China.

(Reportagem de Shen Yan e Kevin Yao)

Reuters